terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Discoveries - love witches




Eu vi uma prateleira de troféus e vi o nome Potter, parei de andar fazendo Harry parar também, já que ele estava com o braço nos meus ombros, e com a cabeça apoiada na minha, ótimo virei o travesseiro dele agora? (invasão directioner maluca povs: ta reclamando minha filha?) não eu não to reclamando, mais a cabeça dele é pesada, uma cabeça linda, pesada e que tem uma boca deliciosa, e põe deliciosa nisso (invasão Harry gostoso povs: obrigado por aumentar meu ego) ah ótimo, mais posso continuar a narrar? (invasão Harry gostoso and directioner maluca povs: sim)
-- oque foi aria? – ele perguntou e eu apontei para o troféu que estava escrito “James Potter” (foto da capa) ali dizia que ele era apanhador da grifinória
-- quem era ele? – eu perguntei, já que eu não sei quase nada sobre a família do meu pai
-- hum, eu não sei, vem vamos à biblioteca pra ver se achamos alguma coisa da sua família – ele falou e foi me puxando mais eu parei de andar e ele também
-- vamos depois da aula, eu quero ir mesmo à da Minerva – eu falei e ele me olhou com uma cara engraçada e eu ri
-- por que? – ele perguntou e me abraçou de lado
-- você ouviu oque ela disse hoje no seu quarto, ela conhecia meu pai e meus tios e até o meu avô, eu quero sabe quem eles foram, por que até agora eu só sei que eles eram da grifinória e só – ele continuou com uma cara de quem não quer ir pra aula, já sei, eu fui pra perto dele e coloquei meus braços em seu pescoço e fiz ele olhar pra mim – por favor – ele continuou negando – mais você prometeu nunca me deixa – vamos partir para a  chantagem emocional, ele fez bico, e eu mordi o bico dele e ele riu – se você for comigo eu durmo hoje com voe de novo – ele sorriu, ah eu amo esse sorriso (invasão autora diva povs: e quem não ama?) hey quem disse que você é diva? (invasão autora diva povs: meu papagaio) ah, ok vamos continuar antes que ela de a louca de novo
-- tudo bem, mais só por que eu gosto de dormir com você – ele falou e colocou as mãos em minha cintura – mais você sabe que não precisamos dormir né? – ele falou, ou melhor, sussurrou no meu ouvido, ah eu vou ter um orgasmo agora se ele continuar fazendo isso.
-- sim meu príncipe, eu sei muito bem disso – eu falei e ele me deu um selinho e fomos andando para a sala de Transfiguração, e vimos que essa aula seria com a corvinal, VIVA MINHA PRIMEIRA AULA COM A LEIGH-ANNE (1) mais a jesy estava saindo assim que entramos mais, wow tenho a minha doidona de volta, a professora não tinha chegado e eu corri para abraçar ela, enquanto Harry ia sentar e guardar o meu lugar, do lado dele.
-- aria me fala oque eu perdi? – leigh perguntou, e eu falei tudo pra ela, menos a parte da carta do meu pai, mais eu falei o quanto o Harry esta sendo fofo comigo, e falei do zayn e da perrie, e da cena de hoje de manhã com a Taylor, ela me falou que tem um cara na corvinal que era muito lindo e apontou pra ele o nome dele era sean (foto da capa) e meu amigo oque tem na comida dessa escola? Por que porra só tem cara lindo nessa merda (invasão todos os caras lindos e gostosos de hogwarts: obrigado)(invasão Harry gostoso povs: obrigado MINHA princesa, é isso mesmo ela é minha entenderam bando de gays?) sim Harry eles entenderão, e se não entenderam, eu entendi por que você é MEU príncipe, se nenhum cara em hogwarts pode chegar perto de mim, nenhuma garota mais chegar perto de você sacou a parada curly? Temos um acordo?(invasão Harry gostoso povs: entendido, e sim temos um acordo princesa)a professora mcgonagall entrou e nos mandou sentar (foto da capa) eu sentei com Harry na ultima fileira e ela foi até a mesa e ficou na frente dela.
-- boa tarde alunos, como alguns de você já sabem sou a professora minerva mcgonagall, sou a diretora da casa grifinória, e irei ensinar a vocês transfiguração – ela pegou a varinha e apontou para o quadro onde apareceu alguns feitiços de transfigurações - A transfiguração é a arte da transformação através da magia, ou seja, a mudança da natureza da matéria, esse ano vocês irão aprender tópicos da transfiguração de objetos e animais, também os feitiços de conjuração que no máximo fazem aparecer coisas pequenas desparecer – minerva falou e começou a nos dizer feitiços simples de transfigurações – a primeira coisa que faram hoje é transformar um objeto qualquer em um pergaminho branco, e nele escreveram uma redação sobre transfiguração – ótimo só por que eu tava começando a gostar dessa velha ela me manda fazer uma redação, não curti isso – com sua varinha toque o objeto uma vez e diga Transfigurare Papyrum – ela disse fez sacudiu a varinha e conjurou o feitiço e a pequena luneta  que estava em sua mesa virou um pergaminho, e todos ficaram impressionados, ta ai a velha é show(invasão autora diva povs: eu te disse vaca) ta eu sei que você disse, mais deixa eu continuar essa porra aqui – agora vocês façam, para cada três alunos que conseguirem fazer corretamente ganham cindo pontos para sua casa, podem começar – ela falou e todos começaram a tentar fazer o feitiço menos e o harry, eu tava muito ocupada vendo a cara de morte dos alunos que fracassaram e o Harry tava muito ocupado dormindo no meu ombro, owt ele é tão fofo dormindo, oh Merlin ele é tão fofo que da vontade de morder, ai meu Merlin eu to parecendo uma maluca apaixonada (invasão perrie linda povs: e você é oque minha filha?) sou uma bruxa muito diva e que tem um o cara mais gostoso de hogwarts só pra mim, ah é eu sou muito sortuda podem falar eu deixo, mais eita a professora ta vindo pra cá, fudeu negada, ah eu vou ter que acordar o Harry, mais ele ta tão fofinho (invasão louis revoltado povs: acorda esse veado, eu não quero que a grifinória perca pontos só por que o zé mané do Harry é preguiçoso) tudo bem recalcado da bunda grande.
-- Harry – eu o chacoalhei um pouco e nada – Harry acorda – eu tirei a cabeça dele do meu ombro e ela foi parar nas minhas cochas, ótimo ai a minerva ta vindo – Harry acorda – eu empurrei ele que caio no chão e logo levantou e sentou do meu lado de novo
-- oque foi? – ele perguntou com cara de tedio, até assim ele fica lindo.
-- calado, agora toca nessa pena com a sua varinha e conjura Transfigurare Papyrum, e não reclama – ele assentiu e nós fizemos ao mesmo tempo e nossas penas viraram pedaços de pergaminho, bem na hora que a minerva passou em nossa mesa.
-- bom trabalho vocês dois – ela disse e foi olhar as outras pessoas, Harry olhou pra sorrindo.
-- ah valeu aria, se fosse o louis ou o liam com certeza iriam raspar o meu cabelo – há se acham que eu vou deixar alguém raspar esse cabelo, tão muito enganados
-- eu não deixaria rasparem seu cabelo, eu amo pegar nele – ele me deu um beijo de leve nos meus lábios, ele continuou sorrindo mais agora ele só sorria e me olhava como se ele conseguisse ler minha mente.
-- por que esse sorriso? – eu perguntei e ele puxou a minha cadeira a fazendo ficar uns 2 dedos distante da dele e colocou o braço nos meus ombros e colocou minha cabeça em seu peito.
-- sei la princesa, eu só gosto de olhar pra você – ele falou e beijou minha cabeça – e eu amo olhar pro seu sorriso – ele disse e eu quase me derreti, ah esse menino quer me matar
-- bom a turma que teve mais pontos foi a grifinória, com doze pessoas  fazendo corretamente a grifinória ganha vinte pontos para a grifinória e quinze para a corvinal – minerva falou e os alunos da grifinória comemoraram e os da corvinal deram parabéns – bom agora quero a redação – ela falou e todos começaram a escrever
=
A aula de transfigurações tinha terminado agora e eu pedi para o Harry ir indo para o quarto dele que eu ia falar com a minerva sobre a minha família, eu tinha que sabe mais sobre eles, esperei que todos saíssem para eu falar com a minerva, assim que ficamos sozinhas eu fui falar com ela
-- professora mcgonagall, posso falar com você sobre uma coisa? – ela assentiu
-- você conhecia o meu pai? – ela não me pareceu surpresa com a minha pergunta
-- sim aria, eu conheci o seu pai, assim como os seus tios ,seu avô e seus bisavôs.
-- e como eles eram? Por favor, me fale, eu quase não lembro do meu pai e eu nem sabia que tive tios ou avôs.
-- bom vejamos por onde eu começo, seus bisavôs foram mortos pelo pior bruxo que já existiu, e foi o seu avô foi quem o derrotou, o seu pai e seus tios eram pessoas adoráveis, seu pai era apanhador da grifinória assim como seu avô e seu bisavô e... – ela falou muita coisa sobre ele e eu queria ter conhecido os meus tios e meus avós, ela ia falar mais chegou uma coruja e ela trazia uma carta, assim que ela leu a carta ficou preocupada – ah potter eu tenho uma reunião agora com o professor dumblerore, amanha eu lhe falo mais sobre eles, mais agora eu tenho que ir – eu assenti e sai da sala e fui para a sala comunal da grifinória e fui para o quarto do Harry assim que eu cheguei lá vi que ele estava lendo um livro de magia.
-- e então como foi? – ele perguntou e eu sentei do lado dele, e simplesmente desabei em choro, eu odeio chorar na frente de qualquer pessoa, mais eu precisava de um abraço – oh linda oque foi? – contei tudo a ele e ele ficou pasmo com oque eu disse, começando pela parte dos meus bisavôs até a morte do meu pai, mais eu ainda não tive coragem pra contar que ele esta vivo, pelo menos ainda não, eu só vou falar quando eu tiver certeza de que ele está bem – wow, ai pelo amor de Merlin você esta bem? – ele perguntou enquanto me abraçava e nós deitamos.
-- por favor príncipe tira isso da minha cabeça, por favor – ele assentiu e segurou uma de minhas mãos com a dele, (foto da capa) e me beijou, mais foi um beijo diferente, era como se ele estivesse tentando me consolar e tentando me fazer esquecer as coisas ruins, e demos uma beijo de esquimó, eu adorava fazer isso com minha mãe quando eu era pequena, mais em seguida ele voltou a me beijar, mais dessa vez muito rápido e com muita vontade, isso não ia acabar só em beijos dessa vez
-- agora podemos terminar oque começamos hoje de manha? – ele perguntou olhando nos meus olhos, assim que separamos os nossos lábios – eu abri a boca pra falar.

-- Harry ....


Nenhum comentário:

Postar um comentário