quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Trasgo - love witches

 ... Assim que entramos vimos que a aula seria com a sonserina de novo, TUDO BEM QUEM FEZ ESSES HORÁRIOS, OH MERDA
-- Styles e Potter onde vocês dois estavam? Estão atrasados – disse o professor e de novo todos na sala olharam pra nós, mais eu tenho que falar uma coisa, MAIS QUE CARA PEQUENO, ah agora quero ver alguém me chamar de baixinha só por que eu tenho 1,57 m há há pra vocês – estou esperando uma boa explicação pelo atraso – já não gosto desse cara
-- eu levei a aria pra ala hospitalar, na durante a aula de defesa contra as artes das trevas, mais a madame pomfrey só liberou ela agora – Harry disse com cara de “ e ai essa desculpa serve”
-- tudo bem, podem entrar – o professor anão falou, e sentamos nas ultimas cadeiras bem no fundo, essa sala era bem diferente da que eu estou acostumada (foto da capa), sentamos e ele ficou do meu lado – bom sou o professor Filius Flitwick, sou o professor de feitiços e o diretor da corvinal – e esse ano ...e bla bla bla – o professor continuou falando e eu comecei a desenhar no meu pergaminho, eu fiz um esboço do big ben até o harry decidir que era muito chato assistir aula, mais era muito legal encher meu saco
-- oque você esta fazendo aria?
-- desenhando cego – ele fez cara de brabo mais depois riu
-- hey você acha que consegue desenhar a minha gata para eu dar pra minha irmã, pra ela se sentir melhor? – há, se eu consigo desenhar o logan que não para nem um minuto, eu consigo desenhar qualquer coisa
-- claro, mais oque a sua irma tem? E em que ano ela ta?
-- as aulas dela começaram antes das nossas, e alguém na sala dela queria fazer uma brincadeira com o professor, mais acabou pegando nela, e ela esta desde quinta-feira vomitando lesma – ai que nojo
-- ai coitada dela, ok eu desenho, pra quando você quer?
-- uh sei la, passa la no meu quarto hoje depois da aulas pra você ver a dusty – uh quarto, sei
-- porque eu acho que você quer que eu vá pra seu quarto pra fazer mais que desenhar – eu falei e ele riu e me deu um selinho
-- por que é exatamente isso oque eu quero
-- oque você quer? – obvio que eu sei, mais quero ouvir ele falar
-- você aria, eu quero você – ele me beijou, e eu empurrei ele e ri
Terminei meu desenho e eu adorei ele (desenho) notei que as casas foram literalmente separadas, metades dos alunos da grifinoria e da sonserina não estavam lá
-- Harry cade todos os outros alunos? – perguntei chegando mais preto dele e sussurrando no ouvido dele, uh ele arrepiou rsrs
-- estão tendo aula pratica – ta, agora foi ele que falou no meu ouvido e fui eu quem se arrepiou agora
-- me explica, por que separar as casas?
-- não sei, mais o bom é que eu vou ter aulas com você, até o fim do ano – ele disse, e eu sorri, mais ai ele mordeu o lóbulo da minha orelha, e porra faz quase 5 meses que nenhum cara faz isso, e o ultimo que fez deixou minha orelha sangrado, e doeu muito – uh se arrepiou – ele puxou a minha cadeira pra mais perto da dele, a deixando uns três dedos de distancia da dele quando do nada ele puxou meu rosto me beijando, oh menino estranho, ok eu não estou reclamando só fazendo um comentário, OBVIO que eu correspondi mais eu fiquei com medo do professor ver agente, então afastei meu rosto do seu, mais eu não queria fazer isso, sendo que eu não quero perder nenhum ponto pra grifinorei e não queria detenção, por que eu tenho certeza que a detenção aqui é pior que a da minha escola normal 
-- Harry ... para – falei assim que ele tentou me beijar de novo, mais como ele viu que eu não ia beijar ele de novo, pelo menos não aqui na sala de aula, ele começou a beijar meu pescoço, oh deus acho que vou morrer ou pelo menos ter um treco, meu deus que homem é esse, ele intercalou entre beijos e mordidas no meu pescoço, ok é agora que eu morro, adeus mae, adeus logan, adeus a todos, e coloquem no meu tumulo que eu morri feliz, PERA AI, eu não posso morrer sem transar  com ele, ok eu espero mais um pouco – Harry ... ah para – eu pedi sussurrando, por que sabe agente estava na sala de aula, e agora que eu vi, todos escreviam alguma coisa em seus pergaminhos e o professor lendo alguma coisa em seu livro que colocou uma musica bem calminha, ah agora eu sei que não tem ninguém olhando, e estão muito bem ocupados, pode deixar que eu me ocupo de ocupar o Harry, ele continuou beijando meu pescoço, mais agora que eu sei que estão todos ocupados, por que não arriscar, afinal o lugar em que sentamos tenho certeza que ninguém vai ver nada, (invasão autora povs: na foto em que vocês vão ver só tem duas fileiras de mesas, mais n fic vai ter uma terceira fileira, e a aria e o Harry são os únicos lá) ok obrigado por esclarecer autora, mais DEIXA EU CONTINUAR
Bom, eu puxei Harry pelo pescoço, e começamos a nos beijar, cada vez mais rápido, ele é definitivamente um homem gostoso, ele segurava com uma das mãos minha cintura e a outra estava em minha cocha e apertava ambos os lugares, ah que mãos são essas? Eu sei que o se o cara tem dedos cumpridos que dizer que, bom o amiguinho dele também vai ser bom enorme, ok mais voltando aqui , ele literalmente parecia que ia me engolir, por que a cada segundo, graças a musica que o professor colocou pra tocar, não dava pra ouvir nossos múrmuros, que eram muitos, Harry estava sentado contra a parede, então ele colocou a mão que estava em minha cintura na minha outra cocha, a que não tinha sua mão, e do nada as duas mãos foram para debaixo das minhas cochas as puxando me fazendo ir para seu colo, ele me sentou em seu colo com uma perna de cada lado de sua cintura (foto da capa) ele começou a arranhar com as unhas curtas dele minhas cochas por cima da minha meia calça, eu sabia que estava meio desconfortável pra ele nessa posição, então eu puxei e agente caio no chão, o lado bom, eu cai em cima dele, ou seja não me machuquei, o lado mal, ele foi com as costas no chão deve ter doido, mais ele não fez barulho e o resmungo de dor saio mais como eu gemido entre nossos lábios, ele estava deitado no chão e eu praticamente sentada em seu quadril enquanto nos beijamos (foto da capa) , ok claro que eu sei que estamos na sala de aula, e é obvio que nós não vamos transar aqui, pelo menos não com metade da grifinoria e da sonserina na sala, mais eu nunca disse que não ia da entender pro Harry que íamos transar, ele nos virou e me fez ficar no chão, com ele em cima de mim, e finalmente separou nossos lábios e eu finalmente respirei, ele me encarou e ficamos nos olhando, os dois ofegantes, mais graças a musica que tocava não dava pra ouvir nada
-- por que você me jogou no chão? – ele perguntou enquanto tirava meu cabelo do rosto
-- por que sim, agora beija antes que eu desista dessa loucura – ele falei enquanto puxava ele pela corrente dele (1), ele começou a passar as mão  no meu corpo todo, e eu fiquei segurando em seus ombros os arranhado por cima de sua camisa ... ele começou a puxar minha blusa pra cima, e eu tava deixando, ai eu só posso estar maluca, ele tava quase tirando ...
-- TRASGOOO NAS MASMORRAAAS, TODOS PRA FORA AGORAAAAA – um doido aluno da corvinal entrou na sala de aula, gritando feito uma menina quando vê uma barata, assim que ele entrou gritando, eu empurrei Harry de cima de mim, abaixei minha blusa, e sentamos nas nossas cadeiras, como se nada tivesse acontecido
-- que esta acontecendo Adam? – o professor Filius perguntou pro cara que eu acabou de descobrir que se chama Adam, uh ele é lindo, mais o cara do meu lado com quem eu estava me agarrando a dez segundos
-- um trasgo entrou e esta nas masmorras, estão mandando os alunos da grifinoria voltarem para a sua torre, mais como a casa da sonserina fica nas masmorras os alunos devem ir para a torre da grifinoria também – OQUE, A VACA TAYLOR NA TORRE DA GRIFINORIA, PORRA – e os professores devem ir para as masmorras
-- tudo bem, alunos ouviram o garoto, todos vão pera a torre da grifinoria – o professor falou, mais ninguém se mexeu, todos estavam em choque pelo que parecia, já eu não fiz nada por não saber oque é um trasgo – AGORA VÃO AGORA – ui ele se estressou, mais ai todo mundo começou a correr pra fora da sala e ir em direção a torre da grifinoria, mais todo mundo correndo pelas escadas não da muito certo, quando chegamos lá o monitor gostoso da grifinoria e o monitor da sonserina estavam lá nos esperando
-- bom, para os alunos da sonseria sou Austin, o monitor da grifinoria – disse o nosso monitor lindo
-- e para os alunos da grifinoria sou James, o monitor da sonserina nos da sonserina, vamos ficar aqui até que o trasgo vá embora, e que nossa casa esteja concertada
-- oque aconteceu la? – Caroline perguntou, acho que ela é a única da sonserina que se preocupa com isso
-- parece que o trasgo, entrou lá e destruiu metade dos quartos dos alunos e o nosso salão comunal, bom agora que todos ficaremos aqui, o diretor me pediu para dizer que como ficaremos aqui, todos terão que dividir os quartos – oque?
-- bom Caroline você vai ficar com a jade – disse Austin enquanto lia os nomes em um pergaminho, mais pera, querem coloca a vaca com a fofa? Ok esse povo tem problemas ou é impressão? – Britney, e Ericka ficaram com a perrie – há essa eu quero ver – Taylor com a aria – OQUE PORRA POR QUE ENTRE SEI LA QUANTAS MENINAS EU TENHO QUE FICAR COM A TAYLOR?
-- calma anjo – Harry disse, ele estava do meu lado, parece que ele sabe que eu quero matar ela só de olhar pra mim, quanto mais dividir MEU quarto com ela
-- aqueles que já tem quarto podem ir pra eles com o dono – James disse e Taylor veio até mim
- bom, vamos? – ela perguntou como se não tivesse me jogado contra a parede, mais vamos lá aria, seja superior
-- ok vamos – ela foi indo na frente e eu ia andar, mais Harry puxou pelo braço, fazendo eu ir direto contra seu peito e segurando minha cintura
-- posso ir com você? – ele perguntou enquanto andava e me segurava pela cintura e ia andando comigo
-- ai depende, por que você quer ir?
-- sei la – ele me prensou na porta do meu quarto – quero ir pra mostrar pra Taylor que eu não ligo mais pra ela, e mostrar que eu só ligo pra você agora – owt que menino fofo
-- então pode vir, eu não sei se eu vou aguentar ficar no mesmo quarto que ela
-- já sei, fica comigo hoje a noite
-- serio? – ah amem, não vou precisar matar uma loira aguada (invasão liam povs: mais ela é loira natural) como se eu ligasse,
-- claro que sim, assim agente continua oque começamos hoje de manha e na sala de aula – ah meu querido por que não falou isso antes?
-- mais como eu vou fazer isso sem a Taylor me dedurar – isso realmente vai ser um problema
-- fácil, chama a Britney e a Ericka pra dormir com ela e diz que vai dormir com a perrie e pede pra perrie te encobrir
-- isso é uma boa ideia – eu o puxei pra mais perto, deixando nossos corpos totalmente colados – talvez eu apareça lá hoje a noite
-- isso é bom, assim você desenha pra minha irmã – eita eu tinha até esquecido  
-- ok, mais só isso?
-- não agente pode fazer qualquer coisa
-- uh gostei – puxei o rosto dele, e começamos a nos beijar rápido cada vez mais rápido, ah como ele beija bem, do nada a porta do meu quarto se abre, e como nós eu estava apoiada nela e Harry estava se me prensando nela, nois dois caímos no chão , ele caio em cima de mim e ai como ele pesa, eu não sabia que músculos pesavam tanto assim
Ainda no chão, com ele em cima de mim, agente começou a rir até...
-- oque esta acontecendo? – uh foi a Taylor que abriu a porta, acho que ela não gostou do que viu rsrs
-- ah... Taylor eu... Harry sai de cima por favor – ele riu e levantou me ajudando a levantar – bom Taylor eu vou perguntar se posso dormir com a perrie, assim a Britney e a Ericka podem ficar aqui com você
-- ah que legal
-- mais tem algumas regras
-- que regras?
-- meu closet vai ficar trancado, sem mexer nas minhas gavetas e sem quebrar nada – é isso ai, meu quarto minhas regras
-- ok  
-- então eu vou falar com a perrie e a Caroline e vocês esperam aqui – eles dois assentiram, cheguei perto do ouvido do Harry – sem gracinhas entendeu?
-- sim senhorita – ele bateu continência, e me deu um selinho
Fui até o quarto da perrie e bati na porta, e ninguém abriu, então eu abri e vi a Britney e a perrie brigando e a ericka filmando, eu sabia que ia dar nisso
-- HEEEEEEEEEEEEY – berrei e elas pararam de brigar e olharam mim
-- oque foi? – ericka perguntou
-- ah... eu queria saber se você e a Britney não querem ir dormir no meu quarto com a Taylor, e eu fico aqui com a Perrie – eu falei, e olha só como eu fui educada, mais eu quero muito matar elas
-- ok vamos Britney – ericka disse e britney largou perrie, assim elas foram
-- ah brigado aria eu... – perrie começou a falar mais eu a interrompi
-- perrie me faz um favor?
-- uh qual
-- eu quero dormir com o Harry hoje, então por favor se o supervisor perguntar diz que eu fiquei aqui
-- uh, tudo bem, mais você vai ter que pintar meu cabelo depois – oque?
-- perrie sei la quantas mulheres querem ser loiras naturais, e você que deixar de ser?
-- isso
-- ok tudo bem maluca – eita esqueci o Harry – ah eu já vou por que eu deixei o Harry sozinho no meu quarto com a Taylor e agora com a Britney e a Ericka
-- vai sua louca
Eu corri pro meu quarto e vi o Harry sentado em uma cadeira, e a Taylor na cadeira do lado e as meninas uma em cada braço da cadeira da Taylor, as três meninas falando com ele, e ele com um olhar assustado, cheguei na hora certa
-- Harry – eu chamei e ele me olhou e levantou na hora e veio até mim – vem aqui fora – fomos pra fora do meu quarto e ele me empurrou para a parede e me beijou
-- nunca mais me deixe sozinho com ela – ele disse enquanto descia os beijos para meu pescoço, por mais que fosse bom eu empurrei ele e o fiz olhar pra mim
-- olha vai pro seu quarto que eu vou pra lá em 5 minutos ok? – ele assentiu me deu um selinho e foi
Entrei no meu quarto e fui para o closet e peguei umas roupas e coloquei em uma mochila, e fui para o banheiro tomar um banho e sai de lá e me vesti de pijama, só pra que elas pensassem que eu vou dormir na perrie (2) e fui para o meu quarto, e eu ia sair mais vi as meninas com minhas roupas (3) essas roupas rosas são da linha de roupas da minha mãe, quando ela tem uma nova peça de roupa eu sempre ganho uma peça antes de ela lançar  
-- ah esses são meus pijamas?
-- sim, ah aria agente não pode ir até nossos quartos e pegar nossas roupas então tudo bem usarmos as suas né? – perguntou Taylor com a maior cara de sínica
-- claro que podem usar – ai eu vou ter que lavar essas roupas umas mil vezes, eu queria ir pra o quarto do harry, mais eu não posso deixar elas suspeitarem
-- então aria onde você comprou esses pijamas? Eu sou louca por essa marca, little Bird é minha vida mais essas peças ainda não foram lançadas se eu não me engano – ta ai gosto um pouco mais da ericka agora
-- na verdade você esta certa, ainda não foram lançadas
-- e como você conseguiu?
-- minha mãe é dona da little Bird – a cara dela foi impagável
-- ah serio? Meu deus eu amo essa marca muito mesmo
-- vem cá ver uma coisa – eu chamei ela e as meninas foram junto
Eu levei elas pro closet e tem uma parte nele que tem só as roupas da little Bird que só tem roupas rosas e cheias de coisas que eu odeio, peguei uma sacola que eu achei e coloquei umas das roupas que eu odeio (4)
-- toma, pode ficar, eu não gosto dessas roupas – ela pegou a sacola e me abraçou, ta vendo eu sou um amor, adoro fazer caridade rsrsrs

-- ah meninas eu vou pro quarto da perrie, qualquer coisa eu estou la ok? – elas assentiram e começaram a ver as roupas que eu dei e eu fui pro quarto da perrie, só pra falar com ela quando eu vi...  


Nenhum comentário:

Postar um comentário